+55 (11) 4793-6588

Com obra da Campanelli, Amigão economizará 40% de água por mês

Empresa paulista foi responsável pela implantação do gramado do Estádio e também por outras obras de aproveitamento de água

 

Primeira marcação do gramado no Estádio Amigão. Crédito: Top Mídia / Campanelli.

A implantação do novo gramado no Estádio Amigão, em Campina Grande (PB), realizada pela Campanelli Gramados Esportivos e Áreas Verdes, trouxe uma economia mensal para o estádio de cerca de 40% de água. Além da nova grama e dos novos sistemas de drenagem e irrigação do campo, foi feita uma adequação do sistema de drenagem de todo o estádio, corrigindo falhas de infiltração em vestiários, banheiros e túneis, e aproveitando essa água para uso na irrigação do campo.

Segundo o gerente administrativo do estádio, Ascânio Paceli, o estádio não recebia uma obra desse tipo desde 1975, quando foi construído. A inauguração do novo “Amigão” está prevista para novembro, mas já é possível observar muitas melhorias.

“O gramado do Amigão está na reta final para sua conclusão. Hoje, nossas equipes estão atuando basicamente nos cuidados com a grama e na sua adaptação ao local, fazendo adubação, irrigação e cortes. Porém, já é possível perceber os benefícios do nosso trabalho, que ultrapassam o gramado em si e repercutem em todo o estádio, como a obra de adequação do sistema de drenagem e aproveitamento de água”, ressaltou Miguel Campanelli, diretor da empresa.

“No projeto que implantamos, além de resolver os problemas de infiltração dos túneis e vestiários, direcionamos essa água para o consumo do estádio e irrigação do gramado. Com isso, já é possível perceber uma economia de água em torno de 40%, o que é uma grande conquista para o meio ambiente, já que estamos preservando um bem natural e escasso, especialmente no nordeste. Essa metodologia de trabalho tem muita ligação com os princípios que seguimos e procuramos levar aos nossos clientes”, acrescentou.

Para a engenheira Simone Guimarães, diretora-superintendente da Suplan (Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado), a empresa escolhida por meio de licitação é muito bem conceituada no Brasil. “Estamos vivendo um marco na história da Paraíba, com grandes obras e parcerias importantes que fizeram parte desse processo. A empresa Campanelli é conhecida nacionalmente pela eficácia e pela qualidade das suas intervenções. Atribuições que já conhecíamos nas nossas obras do Estádio Almeidão e Vila Olímpica Parahyba. O Amigão agora tem um novo gramado, com uma série de intervenções sustentáveis, como a aproveitamento da água que vai proporcionar uma considerável economia mensal”, destacou.

 

Entenda o projeto

Segundo o gerente de obras da Campanelli, Roque Azarias, as infiltrações vinham dos túneis, que estão localizados no subsolo e foram construídos na mesma profundidade do lençol freático. Durante todos esses anos, quando os túneis inundavam, era quase impossível o trânsito de atletas, juízes e imprensa.

“Para solucionar esse problema, desenvolvemos um projeto de captação automatizada dessa água, por meio de quatro bombas de sucção. Dessa forma, quando a água atinge determinado nível, as bombas são automaticamente acionadas e direcionam a água para um reservatório de 30 mil litros, localizado atrás do gol e antes abastecido pela Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa). Também foi instalado outro sistema de bombeamento para direcionar parte dessa água aos reservatórios do sistema de irrigação do gramado. No total, a água aproveitada chega a 850 mil litros por mês”, disse Azarias.

De acordo com o gerente, no campo de futebol, o trabalho da Campanelli consistiu na retirada da grama antiga, na construção de todo o sistema de drenagem e irrigação automatizada, top soil de 25 centímetros (camada de material arenoso de alta qualidade, que vai entre as tubulações da drenagem e a grama), adubação mineral, até chegar no plantio da grama Bermudas Celebration em sistema de big roll (rolos).

No total, foram utilizados mais de 14 mil metros quadrados de grama, incluindo as áreas fora da linha de jogo. De areia, foram mais de 250 caminhões. O tipo de grama usada no estádio é o mesmo aplicado em grandes arenas de futebol do País e garantem o “Padrão Fifa”.

A licitação para definir a empresa que faria a implantação do gramado ocorreu em 2017. O início das obras foi adiado até o final do Brasileirão, para que os times pudessem utilizar o estádio até lá. A Campanelli iniciou as obras em agosto deste ano.

Entre os clientes da Campanelli pelo Brasil, estão hotéis, estádios, órgãos públicos, além de importantes clubes brasileiros, como: Corinthians (São Paulo/SP); São Paulo (São Paulo/SP); Atlético Paranaense (Curitiba/PR); Internacional (Porto Alegre/RS); Chapecoense (Chapecó/SC); Criciúma (Criciúma/SC); Coritiba Foot Ball Club (Curitiba/PR); Grêmio (Pelotas/RS). Também atuou na Arena Fonte Nova (Salvador/BA), no Belém Novo Golf Clube (Porto Alegre/RS) e é responsável pela Arena Pernambuco (Recife/PE), pelo Estádio Almeidão e a Vila Olímpica Parahyba (João Pessoa/PB), pela Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), pelo Estádio Jorge Ismael De Biasi, em Novo Horizonte (SP); entre outros.

 

Campanelli Gramados Esportivos e Áreas Verdes

A Campanelli Gramados Esportivos e Áreas Verdes é uma empresa paulista, que atua há mais de 40 anos no mercado de implantação de áreas verdes e gramados esportivos. Com sólida experiência na área, zela pela qualidade de seus serviços, investindo em equipamentos de alto desempenho, na utilização de métodos inovadores de trabalho, na importação e comercialização das sementes de inverno, e na capacitação de sua equipe. Ao longo de sua trajetória, prima pelo respeito ao meio ambiente, sua preservação e valorização. Mais informações: www.campanelli.com.br

 

—————————————————–
Informações à imprensa
Deize Renó 
comunicacao@campanelli.com.br
deizereno@hotmail.com
Compartilhe...
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin